fbpx

A energia solar cresceu em 2020 e deve se superar em 2021!

Apesar dos desafios impostos pela pandemia, 2020 foi um ano positivo para a expansão da energia solar no Brasil. E este crescimento deve continuar em 2021. Sabe por quê? Então, siga com a leitura! Aqui, vamos apresentar os números e motivos que influenciam o aumento do uso dos sistemas de energia fotovoltaica no país. Atualize-se sobre este crescimento com o conteúdo.

Para começar, vamos elencar os resultados obtidos no decorrer de 2020. Pois, mesmo diante o cenário difícil causado pelo coronavírus no mundo todo, a energia solar registrou seu melhor ano no Brasil.

Logo, mais de 1,5 GW foram instalados no país apenas no primeiro semestre. E a previsão é que, daqui quatro anos, 12,3 GW estejam em operação. As informações foram compartilhadas pela Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a partir de notícia do “Brasil Energia”.

Além disso, de acordo com publicação do portal “Money Times”, a energia solar cresceu 70% no Brasil em 2020, mesmo com a pandemia. Sendo assim, as instalações de geração subiram para 7,5 GW. Desta forma, alcançou o equivalente a cerca da metade da capacidade hidrelétrica de Itaipu, por exemplo.

E as expectativas de crescimento são altas para 2021

Você se lembra quando publicamos aqui no blog que a democratização dos sistemas fotovoltaicos está influenciando o crescimento da energia solar no Brasil? Pois bem, esta previsão continua firme para 2021.

Pois, naquela ocasião, explicamos que, segundo a Absolar, a energia solar segue como a fonte renovável que mais cresce no mundo. Houve uma expansão da capacidade instalada de 20%. Isso significa um incremento de 98 GW.

E a evolução do Brasil no Ranking Mundial é clara. No infográfico da Absolar, é mostrado que, em 2017, o país estava em 26ª posição. Em 2018, subiu para o 21º lugar. E, em 2019, já estava em 16º na listagem global referente a capacidade instalada acumulada.

Desta forma, as expectativas de crescimento seguem muito altas para o futuro. No meio de 2020, durante o webinar “Solar Talks”, o gerente geral da Jinko Solar (maior fabricante de painéis solares do mundo), Alberto Cuter, avaliou que o Brasil pode tornar-se um dos três maiores mercados de geração distribuída com energia solar ainda em 2021.

Para completar as previsões positivas, o Plano Nacional de Energia 2050, do Ministério de Minas e Energia, prevê que nos próximos 30 anos o Brasil possa atingir até 90 GW somente em geração centralizada.

Por que a energia solar cresce tanto no Brasil?

A queda do valor dos equipamentos usados pelo sistema de energia fotovoltaica não é o único fator que faz a energia solar crescer no Brasil.

Esta fonte de energia limpa pode abastecer as necessidades energéticas de imóveis residenciais, comerciais e até mesmo em indústrias, com um excelente custo-benefício. Sua fácil instalação e ótimo retorno sobre o investimento são algumas das vantagens que têm impulsionado a sua popularidade. Quer saber mais? Entre em contato com a Energye True!